Nossos Serviços

Descubra o que a YouPrev oferece.

aposentadoria calculo

Planejamento Previdenciário

Para que você tenha uma renda melhor, como regra, é necessário contribuir por mais tempo e  ter mais idade, ou seja, a renda mensal inicial do seu benefício vai variar de acordo com as suas contribuições ao longo de sua vida previdenciária.  

Com o planejamento previdenciário, demonstramos a melhor “regra de  transição” através de um estudo  prévio personalizado, possibilitando que você conquiste a sua aposentadoria de  forma mais vantajosa, sempre buscando a sua satisfação.

Identificamos a data de sua aposentadoria (já com o pedágio da nova lei) apresentando, inclusive, uma renda mensal inicial aproximada.

Analisamos PPP (perfil profissiográfico previdenciário)  para fins de aposentadoria especial e muito mais.

Evite prejuízos  irreparáveis no momento de sua tão sonhada aposentadoria, fale conosco e fique por dentro de seus direitos.

aposentadoria contribuicao

Regras de Transição

A Nova Previdência também traz regras de transição para quem já está no mercado de trabalho, e é possível escolher a forma mais vantajosa de aposentadoria.
No Regime Geral de Previdência Social, haverá cinco regras de transição: quatro por tempo de contribuição e uma por idade. Para os servidores públicos da União, haverá duas opções de transição.

Clique aqui para ler mais.

contabilidade

Cálculo das contribuições em atraso

Você quer saber se pode pagar o período que não recolheu o INSS? Tome cuidado porque não são todos que podem fazer esse recolhimento. Ele é possível, nos casos de segurados empresários, autônomos e ou cooperados que tenham exercido atividade de recolhimento obrigatório de INSS. Tome cuidado, pois você pode “pagar e não levar”. Na dúvida, consulte sempre um profissional capacitado.
aposentadoria urbana

Aposentadoria urbana por idade

Pela reforma de Previdência, os trabalhadores urbanos se aposentarão apenas a partir dos 62 anos para mulheres e 65 anos para homens. As mulheres terão 15 anos mínimos de contribuição. Os homens que já contribuem para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) também terão 15 anos de contribuição, mas os que ainda não entraram no mercado de trabalho terão de contribuir por pelo menos 20 anos para conquistar a aposentadoria.

Idade mínima do Homem: 65 anos
Idade mínima da Mulher : 62 anos

aposentadoria especial

Aposentadoria especial

Para ter direito à aposentadoria especial, o trabalhador deverá comprovar, além do tempo de trabalho, efetiva exposição aos agentes nocivos químicos, físicos, biológicos ou associação de agentes prejudiciais pelo período exigido para a concessão do benefício.

  • Carência mínima de Contribuição: 15 anos (inscritos a partir de 25 de julho de 1991).
  • Profissões que se enquadram em Aposentadoria Especial: consultar Regulamento dos Benefícios da Previdência Social.
  • Decreto nº 83.080 de 24 de Janeiro de 1979.
dicas para aposentadoria

Aposentadoria por tempo de contribuição

Esta modalidade de aposentadoria foi extinta com a Reforma da Previdedência de 2019. Em alguns casos ainda será possível sua aplicabilidade.

Se você quer saber se faz parte desta regra, entre em contato conosco.

  • Masculino: 35 anos
  • Feminino: 30 anos
revisão pra vida toda

Revisão da vida toda

Se você recebia salários altos antes de 1994 e, se você ficou por mais de 20 anos sem recolher ao INSS (antes de se aposentar), você tem indícios de que pode pedir a Revisão da Vida Toda. Assim,  é possível ter um aumento significativo de mais de 70% no valor de sua aposentadoria, dependendo de cada caso.

O prazo decadencial é de 10 anos, contados a partir do primeiro dia do mês seguinte ao do recebimento do primeiro pagamento.

É necessário fazer os cálculos e simulações, pois nem todos irão se beneficiar com essa Revisão. Na dúvida, procure sempre um profissional especializado e faça valer seus direitos.

revisão previdência

Revisão

Serviço que permite solicitar ao INSS reanálise do benefício concedido ou Certidão de Tempo de Contribuição, apresentando ou não novos elementos.

A revisão é destinada para você que não concorda com algum parâmetro utilizado na concessão de seu benefício ou Certidão de Tempo de Contribuição, por exemplo: salário de contribuição ou vínculo empregatício que não foi computado.

As certidões de Tempo de Contribuição também são passiveis de revisão.

pensão por morte

Pensão por morte

Benefício pago à família do trabalhador quando ele morre. Para concessão de pensão por morte, não há tempo mínimo de contribuição, mas é necessário que o óbito tenha ocorrido enquanto o trabalhador tinha qualidade de segurado.

  • Carência mínima de contribuição: não existe.
  • Havendo mais de um pensionista, a pensão por morte será rateada entre todos, em partes iguais. A parte daquele cujo direito à pensão cessar será revertido em favor dos demais dependentes.

A Nova Previdência muda as regras para quem vai receber pensão por morte. O pagamento será de 50% do valor da aposentadoria acrescido de 10% para cada dependente:

• 1 dependente: 60% da aposentadoria do(a) falecido(a)
• 2 dependentes: 70%
• 3 dependentes: 80%
• 4 dependentes: 90%
• 5 ou mais dependentes: 100%

Para os dependentes inválidos ou com deficiência grave, o pagamento será de 100% do valor da aposentadoria no Regime Geral, sem exceder o teto. No caso de servidores públicos da União, do valor que exceder o teto será pago 50% mais 10% por dependente.

Cônjuges ou companheiros de policiais e de agentes penitenciários que morrerem por agressão sofrida em decorrência do trabalho terão direito à pensão integral – valor correspondente à remuneração do cargo.

Assistência Social

LOAS

O Benefício da Prestação Continuada é a garantia de um salário mínimo mensal ao idoso acima de 65 anos ou à pessoa com deficiência de qualquer idade com impedimentos de natureza física, mental, intelectual ou sensorial de longo prazo que o impossibilite de participar de forma plena e efetiva na sociedade, em igualdade de condições com as demais pessoas.
  • Para ter direito, é necessário que a renda por pessoa do grupo familiar seja menor que 1/4 do salário-mínimo vigente.
  • Por se tratar de um benefício assistencial, não é necessário ter contribuído ao INSS para ter direito a ele.
auxilio doença

Auxílio-doença

A Previdência Social processará de ofício o benefício, quando tiver conhecimento, por meio de documentos que comprovem essa situação, de que o segurado encontra-se incapacitado para o trabalho e impossibilitado de se comunicar com o INSS. Nesse caso, será obrigatória a realização de exame médico-pericial pelo INSS para comprovação da alegada incapacidade.
  • Carência mínima de Contribuição: 12 meses
  • Atestado Médico
acidente de trabalho

Acidente de trabalho

Benefício concedido aos trabalhadores que, por doença ou acidente, forem considerados pela perícia médica da Previdência Social incapacitados para exercer suas atividades ou outro tipo de serviço que lhes garanta o sustento. 

  • Carência mínima de Contribuição: 12 meses. Se for acidente, esse prazo de carência não é exigido, mas é preciso estar inscrito na Previdência Social.
  • Atestado Médico
Fechar Menu