Porque meu processo no INSS está demorando tanto pra ser analisado?

Estamos passando por um momento de caos no INSS. Isso porque antes da Reforma da Previdência muitos segurados entraram com o pedido de pensões e aposentadorias por medo e ou insegurança trazidas pelas mudanças da nova lei previdenciária. 

Ocorre que, com a falta de concurso público e com as aposentadorias de servidores da casa, faltam funcionários para atender a demanda. 

Atualmente, quase dois milhões de processos aguardam análise no INSS sem previsão e sem prazo para serem analisados. Na maioria dos casos, os que mais sofrem, são aqueles que mais necessitam (idosos e doentes).

No caso de procedimentos parados no INSS, o segurado pode fazer uma reclamação na Ouvidoria, através da central do INSS pelo telefone 135 ou mesmo pelo site. É possível ainda, ingressar com ação judicial ou, dependendo do caso, impetrar um Mandado de Segurança. 

Para quem solicitou o benefício depois da Reforma da Previdência, é necessário aguardar. O INSS não está com o sistema atualizado e os processos continuam parados, infelizmente. 

Para amenizar tal mazela, o governo anunciou que até abril de 2020 vai contratar cerca de sete mil militares da reserva para desempenharem função de atendimento no INSS e, espera que até setembro de 2020 tudo esteja normalizado. Ocorre que, não basta ter atendimento ao segurado, é necessário ter um sistema atualizado com as novas regras previdenciárias e que identifique uma das diversas regras de transição, podendo assim, conceder ao segurado o benefício mais vantajoso. 

Infelizmente, o segurado fica numa situação extremamente desconfortável e injusta tendo que aguardar por meses a análise dos pedidos de pensões e de aposentadorias, muitas vezes primordial à sua subsistência. 

Na dúvida, consulte um profissional capacitado e especializado e faça valer os seus direitos. 

Dra Elaine Apolinário

Dra Elaine Apolinário é advogada e presta consultoria para a YouPrev. Tem pós-graduação em Direito do Trabalho e Previdenciário pela Universidade Cândido Mendes e atualmente cursa pós-graduação em Direito Previdenciário pelo Instituto Latino-Americano de Direito Social (IDS América Latina). Possui larga experiência na área previdenciária, com ênfase em processos judiciais. É colunista do jornal OJK e participa quinzenalmente do programa Sábado é Show, na Rádio Bandeirantes.

Deixe um comentário

Fechar Menu